segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Mudando fraldas










Ontem foi um dia de experiências novas. Os responsáveis da manutenção deixaram-a en casa em estado de suspensão, de maneira a convencer-me para ficar com ela. Na verdade, eu estava com receios de que fosse avariar ou partir alguma peça numa queda imprevista, mas não foi assim nada. Funcionou em todo o momento tal como me indicaram. Acordou com meia lagriminha que logo virou sorriso e pusemos um vestido lindo, lindo de morrer, cor-de-rosa, sapatinhos a condizer, tomamos a papa de fruta sem sujar um nada o babeiro e saímos a dar um passeio, mas voltamos logo, que estava muita calor e não gostamos nada desse sol danado nos olhos. E mudamos fraldas (cá entre nós, por um instante pensei que a bebé se estragara, o cheiro que desprendia, mas ao parecer, é natural). Limpinhas já, decidimos que estava na hora de descansar, lendo um bocado, nada de ensaios nem filosofia, uma coisa ligeira —um romance de setecentas páginas sobre uma obsessão amorosa, dizes?, até parece interessante.









Depois como nem tudo é cultivar o intelecto, fomos visitar aos vizinhos, que logo nos deixaram um brinquedo de quando o Surfeirante era baixinho: tira móveis da casa, enfia móveis dentro da casa sem descanso, xiça, até tem carro, brrrmmmm... Tantas cores assim, é divertido!










...até que o sol começou a descer e chegou a hora de voltar, mudar fraldas (desta vez sem cheiros) preparar o bibe: seu leitinho com cereais, as pílulas para a dentição, o chocolate...










Mais uma vez a mudar fraldas (com cheiro), até que enfim... a titia conseguiu que ela adormecesse justamente no segundo em que entraram os pais pela porta. Então? Mereço ou não mereço um prémio (ihhh, acho que já recebi!)

18 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

É uma fofa! :D A bebé, não fiques já toda convencida!

Sun Iou Miou disse...

Raf-Raf, não mereço, eu sei... Já tenho o teclado cheio de babas outra vez.

R.R. disse...

¡Coidadiño cos trallazos que pode soltar o teclado! (Esa cousa é preciosa)

E cando queira, eu empréstolle dous ;-)

Sun Iou Miou disse...

Emprestarmos só se son tan boíños coma esta, R.R.

E si, xa levei tantas descargas, que non dou desenrevirichado o pelo. (`_^)

Ana disse...

LINDAAAAAAA! :) és neo-vóvó ou titia??? Tão loirinha, tao linda! :)

Ana disse...

ah, já li, a "titia conseguiu que" loool! :D pensei em neo-vovo porque hoje em dia as avós são-no muito novas.

Sun Iou Miou disse...

Mato-te ou não te mato, Vani?!!!!! (ò_ó) Nem com o de "muito novas" arranjas a catástrofe do primeiro comentário!

(E depois, se eu fosse vovó -e por tanto antes mãe-, não devia ser uma experiência nova, ou?) (`_^)

Lili disse...

que preciosa a nena! ten cara de portarse ben e todo :)

Sun Iou Miou disse...

Non só ten "cara de", Alodia, pórtase ben mesmo. Nin eu o cría, cando colleu o libro gordo de enriba do sofá e se puxo a follear as páxinas (e a empezar pola primeira!) con toda delicadeza. Esta vai ser "leona" coma a tía, hehehe!

Benvida e bicos. (Fágoche unha visita cando teña máis vagar)

Ana disse...

Não mates, não mates LOOOOOOOOOOL! Oh pah, nem todos metem todas as suas experiencias nos seus blogues, né? Tanto quanto eu sei ou não sei, podias ser mamã ou vóvó...eu nem sei a tua idade... :D

Ana disse...

Por isso é que disse vóvó ou titia... não disse mamã porque se fosse mamã não falavas em pais looool

Sun Iou Miou disse...

Certamente, podia ser vovó, Vani, com os anos que tenho (47), e até com algum menos, mas é juízo o que me falta. (`_^)

E, tranquila, estás longe de mais, para eu te esfolar viva... e depois não queremos deixar órfãos os piris, 'taditos. (`_^)

Ana disse...

Poisé, não queremos deixar os piris orfãos :D, é isso mesmo! (cof cof...) :D

Teté disse...

Está tão crescida e giraça a tua sobrinha! (*_*)

É a mesma que aqui há uns tempos mostraste a foto, quando foste ao km zero, né?

Eh, eh, eh, a minha empregada foi avó aos 34 anos ou coisa... (é fácil: tanto ela como a filha foram mães precoces, ambas aos 17 anos!)

Mas já percebi que a bebé já se iniciou na literatura, embora levezinha... (`_^)

Beijocas!

Sun Iou Miou disse...

Cá a gente é contra o maltrato aos animais, é isso que te salva, Vani. (`_^)

Sun Iou Miou disse...

É a mesma, sim, Teté. Mas agora já não se pôde banhar na cozinha, hehehe!

E não foi pegar no livro mais gordo que havia? (^_^)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Merece mesmo...

Sun Iou Miou disse...

Ai, Carlos, ainda foi embora ontem e não deixei de sentir saudades dela. Na próxima vez que a vir, com certeza já vai falar tudo.